PÃO, PÃO…

PEDRA, PEDRA…

Você tem razão quando pensa que nossa conversa é contraditória, principalmente quando o assunto é dieta.
Os estudos científicos avançam, indicam novos caminhos, desfazem mitos, criam outros, certo?
É assim mesmo que a ciência se desenvolve.
O que maltratava ontem, pode ser prazeroso hoje.
Mas existem uns princípios básicos que não podemos, e não devemos, nos distanciar deles.
É o que tentarei passar a você a partir de agora.
O consumo cada vez maior de carboidratos refinados, isto é, tudo aquilo que compramos em pacotinhos nos supermercados, junto com o stress, a cada dia mais intenso, e o sedentarismo têm levado a um aumento exagerado no número de pessoas obesas e consequentemente de doenças cardiovasculares, diabete e câncer.
Mesmo que a gente malhe uma hora na academia de ginástica, nas outras vinte e três, estamos praticamente sedentárias. Comemos e não nos exercitamos. É a vida moderna.
A meu ver a única maneira de resolver o problema da obesidade nos dias atuais é incrementar nas pessoas novos hábitos de vida, fazer com que elas procurem movimentar-se mais também no quotidiano.
Exemplos: evite usar o carro para pequenas distancias, não utilize o controle remoto da televisão, vá até o aparelho e mude o canal ou reduza o som, suba e desça os degraus do seu dia a dia, aproveite a hora do almoço para dar uma caminhadinha, mesmo que seja pelo quarteirão do seu trabalho e assim vá se exercitando.
Reduza, ao mínimo, a ingestão de carboidratos, corte os refinados.
Para quem quer emagrecer o café da manhã
e o lanche devem se resumir em café ou chá, ovos, queijo e suco de tomate.
No almoço e no jantar coma carnes magras, verduras e legumes.
As frutas poder ser introduzidas numa segunda etapa, no café da manhã, no lanche e na ceia.
Mais adiante acrescente os grãos tanto no almoço quanto no jantar.
Refogue sua comida com gotas de azeite e regue o prato FARTAMENTE COM O MESMO. Dê preferência ao azeite extra virgem.
Use temperos à vontade e modere o sal.
Beba no mínimo oito copos d'água por dia.
Mastigue bem e coma devagar.
Esses cuidados aumentam a sensação de saciedade.
É o que falo, há mais de vinte anos, para as minhas pacientes, e posso garantir que o resultado é pra lá de saudável.
Veja como você pode fazer dieta sem se torturar.

Este cardápio pode ser seguido durante quatro ou seis semanas.
Depois, acrescente porções de frutas, três vezes ao dia, nos intervalos das refeições.

CAFÉ DA 1 ovo cozidoMANHÃ Café ou Chá 30g de queijo prato ½ copo pequeno de suco de tomate
INTERVALO Gelatina Dietética
ALMOÇO 200g de carne magra de qualquer origem 1 xícara de folhas cozidas folhas cruas à vontade
SOBREMESA delícia de tangerina ( 1 taça de gelatina ainda líquida, batida com 1 colher de sopa rasa de requeijão e 1 clara em neve. Colocar de imediato na geladeira)
LANCHE Pizza sem massa ( assar no forninho: 1 fatia de Mussarela, 1 fatia de presunto não apresuntado, 1 colher de qualquer carne moída ou desfiada, orégano) 1 limonada
JANTAR 1 xícara de consomê de carne 200g de carne magra 1 xícara de folha cozida folha crua à vontade
SOBREMESA 1 taça de gelatina diet

Está vendo como fazer dieta não significa passar fome, nem se alimentar mal?
Antes de começar o seu esforço para emagrecer nunca pense que irá se matar de tanto sofrer. Se disponha a cumprir metas que são suas, que farão bem à você, além de mostrar ao seu espelho mudanças no que a gente tem de mais exuberante e exibidor: o nosso corpo.
Bom apetite e prepare-se para apertar as suas roupas.
Você ainda tem o telefone ou o endereço daquela antiga costureira?
Se não, trate de procurar.
Vai precisar dela antes do previsto.

Imprimr esta página